segunda-feira, 27 de julho de 2009

Procuro dizer. Mais de mil maneiras. Ontem ainda havia sol. Estou tão cansado. Gritos ecoando. Um vento irritante. Um beijo na imaginação. Fuga de pensamentos. Outros difusos. Coceira no queixo. Um olhar distante. Sorrisos ali de longe. Quase do lado. Corpo na cama. Um barulho de água. Música. Algo que me exclui. Simplesmente esqueço. Não queria ouvir. Voz.

Eu não estou dizendo nada...

6 comentários:

  1. Aqui sempre tudo tão encantador... Sinto prazer intenso em ler você.

    Beijo na imaginação...

    ResponderExcluir
  2. Nossa.. que legal. Adorei. Obrigado pelas palavras gentis em meu blog. Seria ótimo mesmo se todos aprendessemos sempre assim.

    ~Até a próxima. Beijo na imaginação [2] HAhah

    *DB*

    ResponderExcluir
  3. Gritos
    Sorriso
    Música
    Voz

    Tudo na perfeição prase expressar

    ResponderExcluir
  4. Joâo, que texto poético muito significante, edificando a palavra do sentir, que teima em nada dizer, dizendo tudo!

    MEUS CUMPRIMENTOS,
    Efigenia Coutinho
    Escritora

    ResponderExcluir
  5. Gostei do blogue :)bj

    ResponderExcluir